SOBRE-ENDIVIDAMENTO DAS FAMÍLIAS E CRÉDITO MALPARADO – O CASO REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA (2007 – 2018) / EXCESSIVE HOUSEHOLD DEBTS AND BAD DEBTS - MADEIRA CASE (2007 - 2018)

Jorge Rodrigues, Marília Gomes

Abstract


A concessão de crédito a particulares e empresas é uma das funções das instituições financeiras. Quando a economia entra em depressão, os indivíduos em situação mais crítica perante os rendimentos começam a ter dificuldade em pagar os empréstimos contraídos. Esta situação poderá dar origem ao sobre-endividamento, ao crédito malparado ou causar impactos negativos na economia. Estes problemas, atuais na sociedade portuguesa, têm levado a preocupações cada vez maiores na determinação do risco de incumprimento pelos bancos e da procura de soluções junto a organizações de apoio ao consumidor. Este artigo, de carácter exploratório, analisa o sobre-endividamento e o crédito malparado das famílias em Portugal, mais concretamente, na Região Autonóma da Madeira. Com recurso a informações e estatísticas públicas e publicadas, conclui-se que os portugueses que aí vivem se encontravam cada vez menos endividados e com menos dificuldades em cumprir os seus compromissos de dívida bancária. Como tal, esta parece ser uma explicação parcial para a diminuição do crédito malparado nos bancos e o reforço da sua posição de liquidez.

Granting credit to individuals or companies is one of the financial institutions’ functions. When the economy goes into a depression, individuals in most critical income situation begin to have trouble with paying off. This may lead to over-indebtedness or bad debt or even cause negative impacts on the economy. These problems exist in Portuguese society and have led to growing concern in determining the risk of default by banks. They also demand that customer support organizations present some solutions. This article, with exploratory character, examines the indebtedness and bad loans of households in Portugal, namely in the autonomous region of Madeira. Using public information and official statistics, conclusion is that Portuguese livings in that region were increasingly indebted and struggling to meet their bank debt obligations, mainly those living near coast than those living in inland areas. Thus, this seems to be a partial explanation for bad debt increase in banks and deterioration of its liquidity position.

JEL: G51; D10; D14

 

Article visualizations:

Hit counter

DOI

Keywords


crédito, crédito mal parado, sobre-endividamento, famílias / debt, bad debts, over indebtedness, families

Full Text:

PDF

References


ASFAC (2011). Indicadores do 4.º trimestre e do ano de 2010. [s.n].

Banco de Portugal (2018). Relatório de Estabilidade Financeira, Lisboa.

Bonfim, Diana, Farinha, Luísa, Félix, Sónia (2019). Crédito e economia: lições de uma década de investigação no Banco de Portugal, Revista de Estudos Económicos do Banco de Portugal, 5 (2), 79-10.

Código Civil Português (2010). Dec.-Lei nº 47 344, de 25/Nov/1966, atualizado até á Lei nº 103/2009, de 11/Set.

DECO (2019). Boletim estatístico do gabinete de apoio ao sobre endividamento 2018, Lisboa.

Frade, Catarina, Lopes, Cláudia Abreu, Jesus, Fernanda, Ferreira, Teresa (2008). Um perfil dos sobreendividados em Portugal, Centro de Estudos Sociais, Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Coimbra.

Gelphi, Rosa Maria, Labruyére, François Julien (2000). História do Crédito ao Consumo: Doutrinas e práticas, Cascais, Principia.

Haas, Oliver J. (2006). Overindebtedness in Germany, working paper n.º 44, Genebra, International Labour Office.

Instituto Nacional De Estatistica (2019). [Consultado em 27/Abr/2019] http://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_base_dados&menuBOUI=13707095&contexto=bd&selTab=tab2.

Lagoa, Sérgio, Leão, Emanuel; Santos, João (2004). Sistema Bancário: Evolução recente e seu papel no ajustamento da economia portuguesa, Revista Prospectiva e Planeamento, 10: 175-230.

Marcos, Anabela, Antunes, Andreia (2018). Antecedentes da lealdade em serviços bancários, Portuguese Journal of Finance, Management and Accounting, 4 (7): 3-36. Disponível em http://u3isjournal.isvouga.pt/index.php/PJFMA.

Marques, Maria Manuel Leitão (coord.) (2000). Endividamento dos consumidores, Coimbra, Livraria Almedina.

Moreira, Paulo, Queirós, Mário (2015). A gestão do risco de liquidez e a concessão de crédito durante os períodos da crise do subprime e da dívida soberana: O caso da banca portuguesa e espanhola (2004-2012), Portuguese Journal of Finance, Management and Accounting, 1 (2): 120-148. Disponível em http://u3isjournal.isvouga.pt/index.php/PJFMA.

OEC – Observatório do Endividamento dos Consumidores (2002). Endividamento e Sobre-endividamento das famílias, conceitos e estatísticas para a sua avaliação, Centro de Estudos Sociais, Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Coimbra

Patrício, José Simões (1994). Direito Bancário: Introdução, Lisboa, Edições Jurídicas.

Paula, Marta Rodrigues da Silva Martins de (2009). Impacto da crise subprime no sector bancário português, Lisboa, ISCTE-IUL, relatório de projeto de mestrado em Finanças, disponível em http://hdl.handle.net/10071/1699.

Rodrigues, Jorge (2012). Gestão Estratégica das Instituições Financeiras, Lisboa, Escolar Editora.

Rodrigues, Jorge José M., Seabra, Fernando Miguel, Mata, Carlos Severino (2014). Reputação e imagem nos bancos portugueses do PSI 20, no período 2007-2012, Revista Universo Contábil, 10 (3): 155-171.




DOI: http://dx.doi.org/10.46827/ejsss.v5i3.824

Copyright (c) 2020 Jorge Rodrigues, Marília Gomes

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

The research works published in this journal are free to be accessed. They can be shared (copied and redistributed in any medium or format) and\or adapted (remixed, transformed, and built upon the material for any purpose, commercially and\or not commercially) under the following terms: attribution (appropriate credit must be given indicating original authors, research work name and publication name mentioning if changes were made) and without adding additional restrictions (without restricting others from doing anything the actual license permits). Authors retain the full copyright of their published research works and cannot revoke these freedoms as long as the license terms are followed.

Copyright © 2015 - 2018. European Journal Of Social Sciences Studies (ISSN 2501-8590) is a registered trademark of Open Access Publishing Group. All rights reserved.

This journal is a serial publication uniquely identified by an International Standard Serial Number (ISSN) serial number certificate issued by Romanian National Library. All the research works are uniquely identified by a CrossRef DOI digital object identifier supplied by indexing and repository platforms. All the research works published on this journal are meeting the Open Access Publishing requirements and standards formulated by Budapest Open Access Initiative (2002), the Bethesda Statement on Open Access Publishing (2003) and  Berlin Declaration on Open Access to Knowledge in the Sciences and Humanities (2003) and can be freely accessed, shared, modified, distributed and used in educational, commercial and non-commercial purposes under a Creative Commons Attribution 4.0 International License. Copyrights of the published research works are retained by authors.


 

Hit counter